Lingua   

América, América

César Roldão Vieira
Lingua: Portoghese



Descendo a montanha um rio
Corta a terra estranha e rompe
América, América
América, América, América...

Um grito de revolta
Para o céu
A selva solta em
América, América...

O canto da arara
Cobre a tristeza derradeira
De quem só a última lua viu
E se sumindo pela cordilheira

Ou talvez
No colo de América
Esteja a dormir

As flores do meu vale
Vão se abrir
Cheirando sangue vivo
América, América
América, América...

O pássaro ferido
Que não pode abrir as asas
Sei que vai voar
(América...)
Porque não morreu
(América...)

E quando essa noite
Se transformar em madrugada
Do leito de cinzas
Vai retornar pra sua amada

América, América...
América, América...

América, América
América, América...

América!


Pagina principale CCG

Segnalate eventuali errori nei testi o nei commenti a antiwarsongs@gmail.com




hosted by inventati.org