Lingua   

Saudade pedra e espada

Adriano Correia de Oliveira
Lingua: Portoghese


Ti può interessare anche...

Em Trás-os-Montes à tarde
(Adriano Correia de Oliveira)
Capa negra, rosa negra
(Adriano Correia de Oliveira)
A cantiga é uma arma‎
(José Mário Branco)


‎[1970]‎
Versi di Manuel Alegre
Musica di Roberto Machado‎
Album “Cantaremos”‎

ae0031300311

Se la libertà è una nostalgia, la nostalgia va trasformata in libertà, con le idee e con il sangue, con la ‎pietra e con la spada, con ogni mezzo necessario…‎
Molto bella anche questa, le parole ma anche quell’arpeggio sospeso…‎
Escrevo saudade com o mesmo vento
Com que escrevo a palavra liberdade.‎

Que numa e noutra sangra o pensamento
Lá onde a liberdade é uma saudade.
Que numa e noutra sangra o pensamento
Lá onde a liberdade é uma saudade.‎

Saudade que já foi fraqueza
Em força e arma transformada.‎

Minha festa por dentro da tristeza
Minha saudade feita pedra e espada.
Minha festa por dentro da tristeza
Minha saudade feita pedra e espada.‎

Minha saudade que não és passado
Mas este tempo nunca navegado.‎

De transformar saudade em liberdade
Lá onde a liberdade é uma saudade.
De transformar saudade em liberdade
Lá onde a liberdade é uma saudade.‎

inviata da Dead End - 12/12/2012 - 16:06



Pagina principale CCG

Segnalate eventuali errori nei testi o nei commenti a antiwarsongs@gmail.com




hosted by inventati.org