Lingua   

Rosa-dos-ventos perdida

Adriano Correia de Oliveira
Lingua: Portoghese


Ti può interessare anche...

Em Trás-os-Montes à tarde
(Adriano Correia de Oliveira)
Cala a espingarda, irmão
(António Ferreira Guedes)
Pedro o soldado
(Manuel Freire)


‎[1967]‎
Versi di António Ferreira Guedes, poeta portoghese.‎
Musica di Adriano Correia de Oliveira
Dall’album d’esordio intitolato semplicemente “Adriano Correia de Oliveira”‎

E2808EAOC

Le imboscate sono per il soldato che va in guerra come i venti tempestosi e traditori per il marinaio ‎che va per mare…‎
Vento sul vento suão
Vento norte viração
Rosa-dos-ventos perdida
Na rota do coração
Jogo de morte ou de vida.‎

Sai pró mar o pescador
Não sabe nunca se volta.
Traiçoeiros são os ventos
Os ventos e as tempestades
Cavalos doidos à solta
No céu cinzento das tardes.‎

Não sabe nunca se volta
Ai quem lhe dera voltar.
Ora no mar naufragada
Ora cercada de grades
Rola rola a vida solta
Na roda das tempestades.‎

Rola rola a vida solta
Agora também na guerra
Também agora na guerra
No perigo das emboscadas
Um dia será revolta
Soldado que vai à guerra
Não sabe nunca se volta.‎

Vento sul vento suão
Vento norte viração
Rosa-dos-ventos perdida
Agora também na guerra
Jogo de morte ou de vida.‎

Vento sul vento suão
Vento norte viração.‎

inviata da Dead End - 12/12/2012 - 15:29



Pagina principale CCG

Segnalate eventuali errori nei testi o nei commenti a antiwarsongs@gmail.com




hosted by inventati.org