Lingua   

Milonga del moro judío

Jorge Drexler
Pagina della canzone con tutte le versioni


Traduzione portoghese di O.A. Ramos
SAD SONG OF THE JEWISH MUSLIM

A lament for each wall
in Jerusalem, the golden city
and a thousand lives ruined
for every commandment.
I’m dust of your wind
and, though I bleed of your wound
and every loved stone
keeps my deepest love:
There is no stone in the world
that is worth a life.

I’m a Jewish Muslim
that lives among the Christians
I don’t know which is my God
or which are my brothers.
I don’t know which is my God
or which are my brothers.

There is no deceased I don’t grieve for,
there is no winning faction,
there is only pain
and another live that disappears.
War is a bad school,
it doesn’t matter if it is in disguise,
excuse me for not enlisting
under any flag:
Any pipe dream is worther
than a sad piece of fabric.

I’m a Jewish Muslim
that lives among the Christians
I don’t know which is my God
or which are my brothers.
I don’t know which is my God
or which are my brothers.

I didn’t permit anyone
to kill in my name,
a man is only a man
and if there is a God, He wanted it like that.
The same ground I’m treading on
will stay, I will be gone;
there is no doctrine that is not
heading also for the oblivion,
and there is no nation that have not
believed themselves the choosen people.

I’m a Jewish Muslim
that lives among the Christians
I don’t know which is my God
or which are my brothers.
I don’t know which is my God
or which are my brothers.

I’m a Jewish Moor
that lives among the Christians.
MILONGA DO MOURO JUDEU

Por todo muro um lamento
em Jerusalém a dourada
e mil vidas desperdiçadas
por cada mandamento.
Eu sou pó do seu vento
e embora eu sangre da sua ferida,
e cada pedra querida
guarda o meu amor mais profundo,
não há uma pedra no mundo
que valha tanto quanto uma vida.

Eu sou um mouro judeu
que vive com os cristãos,
não sei qual Deus é o meu
nem quais são os meus irmãos.

Não há morto que não me doa,
não há um partido vencedor,
não há nada mais que dor
e outra vida que se voa.
A guerra é muito má escola
não importa o disfarce que você viu,
me perdoem que não me aliste
sob nenhuma bandeira,
vale mais qualquer quimera
que um pedaço de tecido triste.

Eu sou um mouro judeu
que vive com os cristãos,
não sei qual Deus é o meu
nem quais são os meus irmãos.

E a ninguém dei-lhe permissão
para matar no meu nome,
um homem não é mais que um homem
e se Deus existe, é assim que Ele o quis.
O mesmo chão em que eu piso
seguirá, eu me terei ido;
rumo também do esquecimento
não há doutrina que não vá,
e não há um povo que não se tenha
crido o povo escolhido.

Eu sou um mouro judeu
que vive com os cristãos,
não sei qual Deus é o meu
nem quais são os meus irmãos.


Pagina della canzone con tutte le versioni

Pagina principale CCG


hosted by inventati.org