Language   

Lili Marleen [Lied eines jungen Wachtpostens]

Hans Leip
Back to the song page with all the versions


PORTOGHESE (BRASILIANO) / (BRAZILIAN) PORTUGUESE [3] - Francisco...
LILI MARLENE

Sob a metralhadora,
dentro das trincheiras
em pleno “black-out”
eu ouvi noites inteiras
uma canção no céu vibrar,
era o inimigo a recordar
a ti, Lili Marlene,
a ti, Lili Marlene.

Em meu violão
plangente quis tocar
a canção que diz
quanto és doce para amar,
e palpitou meu coração
pela pequena do alemão,
por ti, Lili Marlene,
por ti, Lili Marlene.

Eu te encontrei
enfim, e me sorriste,
abracei-te e vi
que eras linda, porém triste,
ao lampião nada se via,
então chorei naquele dia
por ti, Lili Marlene,
por ti, Lili Marlene.

E se algum dia
próximo à vitória,
tocando o clarim
findando a linda história,
ao meu Brasil regressarei
e deste amor me lembrarei,
de ti, Lili Marlene,
de ti, Lili Marlene.

Mas outro amor
terei longe da guerra,
nos campos em flor,
nas coxilhas ou nas serras,
nada faz bem au coração
como o luar lá do sertão
sem ti, Lili Marlene,
sem ti, Lili Marlene.
LILI MARLENE

Sob o lampião,
na esquina do jardim
eu a encontrava
a noite junto a mim,
alí no jardim a sós então
nossa paixão
nasceu, cresceu
entre nós dois p'ra sempre,
Lili Marlene e eu.

Numa noite fria
a mão que eu apeguei
p'ra amor, ela fugia
de mim, porquê não sei...
Alí sob a luz do lampião
nossa paixão
findou, morreu
e separou p'ra sempre
Lili Marlene e eu.

Sob o lampião
no parque, […]
já lá regressar
verá um dia […]...
A nossa roseira já morreu,
o lampião
escureceu
a relembrar p'ra sempre
Lili Marlene e eu.


Back to the song page with all the versions

Main Page

Note for non-Italian users: Sorry, though the interface of this website is translated into English, most commentaries and biographies are in Italian and/or in other languages like French, German, Spanish, Russian etc.




hosted by inventati.org