Language   

Lá vêm os nossos soldados

José "Zeca" Afonso


Language: Portuguese


Related Songs

Canta camarada
(José "Zeca" Afonso)
O que faz falta
(José "Zeca" Afonso)
Enquanto há força
(José "Zeca" Afonso)


afjose
[1977]‎
Letra e música: José Afonso
Testo e musica: José Afonso
Do espetáculo teatral "Barracas 1975"
Dallo spettacolo teatrale "Barracas 1975"


Canzone composta per lo spettacolo teatrale “Barracas 1975”, dedicato alla rivoluzione portoghese, ‎scritto dal drammaturgo e sociologo francese Richard Demarcy e presentato al festival di Avignone ‎nel 1977 dalla compagnia Théâtre de la Commune di Aubervilliers, con la direzione di Teresa ‎Mota, attrice e regista teatrale portoghese, compagna di Demarcy.‎
Alla colonna sonora collaborò, oltre che Zeca Afonso, anche Paco Ibáñez.‎

la-rivoluzione-dei-garofani
Lá vêm os nossos soldados
Esses, sim, sabemos quem são
Os nossos filhos, os nossos irmãos
Os nossos pais, diz a criança

Não tenhamos medo
Pois ninguém melhor
Poderá resolver
esta luta

A favor de quem?
Ao lado de quem?

Vamos, coragem, chegou o momento
De preparar os nossos argumentos

Não tenhamos medo
São nossos amigos
São os nossos filhos,
Os nossos irmãos
Os nossos pais, diz a criança
Já estão a dobrar a rua
Lá vêm eles

Não tenhamos medo
Pois ninguém melhor
Poderá resolver
Esta luta ‎

Contributed by Dead End - 2013/3/6 - 13:30




Language: Italian

Traduzione italiana di Riccardo Venturi
6 marzo 2013
ECCO CHE ARRIVANO I NOSTRI SOLDATI

Ecco che arrivano i nostri soldati
loro, sì, sappiamo chi sono
i nostri figli, i nostri fratelli,
i nostri padri, dice il bambino

Non abbiamo paura
perché nessuno potrà
‎risolvere meglio
questa lotta

Per chi?
Accanto a chi?

Su, coraggio, è venuto il momento
di approntare i nostri argomenti

Non abbiamo paura
sono nostri amici,
sono i nostri figli,
i nostri padri, dice il bambino
già sono all'angolo strada
eccoli che arrivano

Non abbiamo paura
perché nessuno potrà
‎risolvere meglio
questa lotta

2013/3/6 - 16:38




Language: Portuguese

Le canzoni composte da José Afonso per “Barracas 1975” di Richard Demarcy sono tre, generalmente unificate sotto il titolo “Barracas Ocupação”. Quando l’anno seguente vennero incluse nell’album “Enquanto há força” i titoli vennero dettagliati in “Lá vem subindo o abismo”, “Lá vêm os nossos soldados” e “Maravilha, maravilha”.

Enquanto há força
BARRACAS OCUPAÇÃO

[1ª canção]
Lá vêm subindo o abismo
Da sombra donde vieram
Já sem medo e sem vergonha
Virados prà luz do dia
Será esta a nossa porta?
Perguntavam um pouco inquietos
Por terem pla vez primeira
Quatro paredes e um tecto

Por certo ninguém lhes disse
Que são os heróis de agora
Maiores que Alexandre Magno
Numa batalha perfeita
Sem perguntar ao Estado
Qual o caminho a tomar
Correm risco correm penas
Quem sabe onde vão parar


[2ª canção]
Lá vêm os nossos soldados
Esses, sim, sabemos quem são
Os nossos filhos, os nossos irmãos
Os nossos pais, diz a criança

Não tenhamos medo
Pois ninguém melhor
Poderá resolver
esta luta

A favor de quem?
Ao lado de quem?

Vamos, coragem, chegou o momento
De preparar os nossos argumentos

Não tenhamos medo
São nossos amigos

São os nossos filhos,
Os nossos irmãos
Os nossos pais, diz a criança
Já estão a dobrar a rua
Lá vêm eles

Não tenhamos medo
Pois ninguém melhor
Poderá resolver
Esta luta


[3ª canção]
Maravilha Maravilha
Venham ver o barco doido
Sem amarras que o segurem
Pela porta entra a maré
Venham ver a barco doido
Àgua cai pela chaminé

Maravilha Maravilha
Já vejo os móveis dançar
Entra a àgua pela porta
O telhado vai tombar
Quando o mar se enfurece
Andamos em rodopio
Sobre caminhos de prata
Correm lágrimas a fio

Contributed by Bernart Bartleby - 2015/10/26 - 09:03



Main Page

Please report any error in lyrics or commentaries to antiwarsongs@gmail.com

Note for non-Italian users: Sorry, though the interface of this website is translated into English, most commentaries and biographies are in Italian and/or in other languages like French, German, Spanish, Russian etc.




hosted by inventati.org